segunda-feira, 16 de dezembro de 2013
Querido Diário,

Naquele dia, depois daquela mordida, eu nunca tinha me sentido tão bem na vida... era algo gostoso, era incrivelmente bom... mas ao chegar em casa eu lembrei novamente das dúvidas...
- Vi como surgiu o vampiro?
- EU não sou a pessoa certa pra te responder isso... vamos para casa e você fala com a Juh e a Ceci.
Juh? Ceci? Nossa quanta intimidade...
Chegamos em casa e eu fui me limpar... depois eu sentei na mesa junto com as outras...
- Anna antes de mais nada queria contar que a Ceci e a Juh também tem poderes...
- São vampiras?
- Não, na verdade...
- EU SOU UMA FEITICEIRA
Disse Cecília e eu tomei um susto já que ela apareceu do nada.
- Já eu sou uma bruxa.
- E qual a diferença?
- Vamos explicar...


domingo, 15 de dezembro de 2013
Querido diário,

Eu acordei aquele dia me sentindo estranha... eu estava com dor de cabeça. Estava tonta... visão duplicada. Mas meu susto foi maior ao ver quem estava ao meu lado...
- Ela acordou...
- Finalmente...
Era a Cecília e a Julieta...
- O que vocês duas fazem aqui?
- Estávamos cuidando de você
- Nossa por quanto tempo eu dormir?
- Pra falar a verdade 24 horas.
- NOSSA! Onde esta o Victor?
- Ele sai há 2 horas pra caçar.
Fui até o espelho... eu estava muito mais pálida que antes. Meus olhos eram vermelho-sangue. Meus cabelos estavam mais escuros e as mechas tinham sumido. Meu corpo estava mais definido. Sim eu era uma vampira.
- A Vitória esta lhe esperando.
- Pra que?
- Vocês vão sair pra caçar...
Então a Vi apareceu...
- Você finalmente acordou... Vamos logo... precisamos sair agora.
- Onde vamos?
- Floresta... hoje vai te uma expedição... momento perfeito pra uma boa caça...
- Vamos caçar humanos?
- Lógico.
- Pensei que vocês se alimentavam de animais...
- Somos vampiros e não fadas.
Então andamos um pouco até avistar os humanos... minha sede era quase incontrolável. Era como estar no deserto e os humanos eram a água...
- Ei veja.
Eu avistei um grupo de dois casais que tinham se separado dos demais.
- Foi mais fácil do que eu pensei... Olha Anna, o plano é o seguinte... Eu uso minha compunção contra as garotas e você seduz os garotos... um casa pra cada fechado?
- Mas eu não sei seduzir muito bem...
- Tenta... vampiras seduzem humanos só de aparecer... se você jogar o cabelo e piscar os olhos eles vão meio que fica hipnotizados...
- Okay!
Então formos arás dos humanos... eu estava um pouco nervosa... Vitória conseguiu usar seus poderes nas humanas... Então eu apareci, joguei meus cabelos, pisquei os olhos e me aproximei dos rapazes... minha sede era tão grande que rapidamente eu mordi um deles... O gosto do sangue era maravilhoso. Eu bebi até a Vi me puxar... Ela não deixou eu mata-lo. Então ela olhou para os olhos do homem e disse:
- Vá e esqueça o que aconteceu, diga que foi mordido por um urso. CORRA.
Então ele correu.
- Ainda estou com sede.
- Vá em frente... morda a garota. Mas tente não mata-la.
Então eu a mordi. O sangue dela era mais quente e saboroso... Então eu me dei conta de que ela já estava quase morrendo... eu a soltei. Vitória se alimentou e usou seus poderes com todos.
Formos para casa... eu ainda tinha dúvidas sobre o vampirismo.
- Vi... me explica uma coisa...
- Espere... quando chegarmos Cecília e Julieta irão te explicar tudo...
-Okay!
Então andamos até chegar em casa.
sexta-feira, 8 de novembro de 2013
Então gente, eu acabei, depois de 5 meses, a primeira história da trilogia. Sinto informar que ficarei afastada dela por mais ou menos 1 mês. Vou começar a trabalhar para transformar em pdf e quem sabe em um livro? Preciso organizar algumas coisas do blog. E também do outro blog. e se o blog crescer mais durante esse mês eu estou preparando um sorteio em homenagem a história. Se quiser ficar ligado nisso vai la no meu canal e se inscreve, então logo saberá quando o sorteio for lançado. Se tiver saudades passa no meu outro blog.

http://www.youtube.com/littlemissday1

http://little-miss-day.blogspot.com.br/

beijos gente e até um mês.
Então a briga começou.

Eles se arranhavam com suas unhas e se mordiam com seu dentes.
O Victor se jogou contra o seu irmão e o derrubou no chão e tentou pegar algo quando se lembrou que estava comigo. Sim era a maldita estaca. Na verdade era uma Adaga.
Eu tentei me soltar das cordas... sem sucesso.
Então o Kend percebeu o que eu tentava fazer e tentou se aproximar  com cautela, mas o rei o impediu lhe jogando contra a parede.
- Não interfira na briga.
Então eu tentei me sacudir... sem sucesso. Eu estava totalmente desesperada. Não sabia o que fazer. Me sentia fraca, inútil, sem mobilidade.
- Anna!
Gritou o Victor.
- Me joga aquilo.
Então eu tentei me sacudir mais e mais.
- Não consigo sair.
- Anna.
Então o Vinícius pulou em cima dele e começou a agredi-lo . Meu namorado estava a quase morto e eu não podia fazer nada. Eu chorava e gritava muito. Não sabia o que fazer.
Dai me lembrei que a estaca estava nas minhas costas. Tentei alcança-la, e né que eu consegui. Então devagar eu arrebentei as cordas e me fiquei parada. Esperei o momento certo.
- O que você vai fazer?
Cochichou Lena.
- Vou tentar chegar até eles, mas eu preciso de uma distração.
Então ela assobiou e a Lia chegou.
O rei tentou impedi-la, mas a Lia era forte e conseguiu me alcançar.
Montei nela e falei.
- Vamos acabar com isso de uma vez.
Eu estava lá. Solta. Montada em uma Loba. Com tanta raiva que eu era capaz de matar o próprio Erick.
O Vinicius pulou em cima de mim. Eu não sabia o que fazer. Ele me mordeu.
Em um reflexo eu enfiei a estaca no seu estômago e ele caiu ao meu lado.
O Victor gritava e eu sentia muita, mas muita dor. Como se todo meu corpo estivesse se quebrando. Como se tudo que eu pensasse me desse dor de cabeça. Mas eu não estava inconsciente... ainda. Então o Rei gritou:
- Já que ela interferiu, Victor ganha a batalha. Mas ainda não acabou. E as vítimas serão mortas.
Então ele me tomou a adaga e matou as meninas. Eu gritava e chorava. Não acreditava no que estava acontecendo.
Então minha vista embaçou. Eu estava tonta. Mas consegui ver o Victor mordendo as meninas. E então... eu apaguei.

Acordei me sentindo tão bem. Toda dor tinha passado. Sentia meu corpo mais formado e mais bonito. Me olhei no espelho. Eu estava mais bonita. Mais pálida. Meus olhos avermelhados. Agora sei o que está acontecendo. Agora eu sou uma vampira.
Então o Rei disse:
- Não precisa me chamar assim querida, sou seu sogro.
- Então como desejas que eu o chame?
- Me chame de Erick. Você já é quase da família... venha, vou apresenta-la aos outros.
Então só subimos aos 10 degraus que mantinham seu trono acima de todos. Então eu encontrei com as irmãs do Victor, sua mãe e... ah... o Vinícius. Ele me olhou com uma expressão de atração e eu o olhei com um olhar frio e expressão fechada.
Ele se aproximou... eu olhei ao meu redor e fiz sinal para o Victor que subiu o mais rápido que pode e ficou ao meu lado. Então ele me deu uma estaca de prata e eu a escondi em munha roupa. O Vinícius chegou e disse:
- Nossa maninho, ta bem hein.
-  Mais respeito mano, não te dei liberdade para falar da minha namorada.
- Maravilhosa Annabelle. Muito prazer em conhece-la.
- É uma pena não poder dizer o mesmo de você.
- Nossa que fria, você seria uma ótima vampira... quem sabe até uma rainha excelente.
Então ele se aproximou mais.
- Não encoste nela.
- Cama maninho... Não farei nada.
Então o rei aproximou-se e disse:
- O jantar será servido. Você e suas amigas vão já para a mesa.
Então as meninas me seguiram até lá. Sentei ao lado da Vi, o Victor estava junto ao seu pai e irmão.
O rei levantou-se e começou o seu discurso.
- Há exatamente 1000 anos eu fui posto ao cargo de Rei e estou ciente que meu tempo como realeza está acabando... Pensando nisso organizei este baile, não só para conhecer minha formosa nora, como para proporcionar a batalha entre os gêmeos em disputa de minha coroa.
Então a mãe do Victor protestou.
- Você não pode fazer isso. Além de não terem acabado o treinamento e não estar na data prevista, não temos vítimas a serem salvas.
- Eu sou rei e faço exatamente o que eu quiser. E quem disse que não teremos as vítimas?
Então o rei me lançou um olhar e ordenou.
- Amarrem elas.
Eu fiquei desesperada e comecei a gritar pelo Victor que correu até mim, mas o seu irmão o impediu.
- Calma ai maninho... Terá sua namorada de volta e suas amigas se me derrotar.
O Kend correu para fora para chamar a Lia que logo uivou e se preparou para a batalha.
- Vamos começar logo com isso.
Então o Vinicius pulou em cima do Victor.
Continuando a festa...

Quando cheguei e me deparei com vários vampiros na entrada eu fiquei extremamente assustada. Eles nos olhava como se fossemos o jantar. Depois de passar pelo portão, eu finalmente me deparei com o enorme castelo... muito lindo. Não tenho palavras para explicar o meu encanto por aquele lugar.
- Vamos.
Disse o Victor me puxando pela cintura me caminhando até a entrada do castelo.
- Uou, esse lugar é um... PARAÍSO!
- Ainda bem que você gostou.
- Yeah! Já estava com saudades daqui.
- Kend...
Então a Lia se separou de nós.
- Então gente, divirtam-se.
- Você não vem?
- Não... alguém precisa proteger vocês dos Heblera.
- Ok amiga.
Então eu a abracei e nós entramos...
A Vi veio me receber. Ela realmente estava linda.


- Hey hey... cunhada, como você esta?
- Estou muito bem Vi.
- Se sente incomodada?
- Claro, vários pares de olhos me olhando como se eu fosse o jantar...
- Hahahaha... realmente é desconfortável. Lembro de quando eu estive aqui há 200 anos atrás. Eu inda era humana até o Erick me transformar para não correr o risco de eu servir de jantar.
- Ohh. Que legal.
Então ela me conduziu até o Salão, onde tinha um tapete vermelho que levava para um trono enorme no alto de todos. Lá eu vi, pela primeira vez, a figura do Rei. Ele era muito bonito, alto e forte. Sua feição era de satisfação e sua face era muito pálida. Seus olho era como safira.
Ele veio até o meu encontro numa velocidade que eu acreditava ser impossível.
- Oh tão esperada Annabelle. É um prazer poder finalmete conhece-la.
- O prazer é meu Magestade.
quinta-feira, 7 de novembro de 2013
Querido Diário,

Eu estou no baile... e lhe trouxe...

Hoje acordei e liguei para as meninas... Formos no shopping comprar nossas roupas.
- Lia você vem?
- Lógico, eu sirvo a família do Victor como Loba, a Vi me mandou.
- Ah tah
- Vamos logo...
Compramos e chegamos em casa...
Quando chegamos formos para um SPA e voltamos rápido para nos arrumar.

A Lia


















A Lice
















A Lena

















E EU
,
















Estávamos prontas quando eu ouço a carruagem chegar. Ela era linda com um estilo super gótico.
Os meninos estavam lá. Incluindo o Victor... Assim que entrei nela, ele me deu um beijo e disse:
- Não posso ficar longe de você... E danem-se as regras, não vou deixar te machucarem.
- Victor... Eu te amo
- Também te amo minha pequena.
Então nos beijamos e saímos...

Escritora

Escritora
Uma garota que ama escrever e ler. Na história A Garota de Óculos (A primeira história de muitas) me identifico muito com a Anna. A próxima história será cheia de aventura e emoção... Aguardem!

Fan Page

Google+ Followers

Tecnologia do Blogger.

Visualizações

Translate

Faça Parte!

Mouse

Black Glitter Pointer

mouse